Hoje foi dia de pesagem. Eu tenho andado a portar-me muito mal, mas mesmo assim lá perdi umas gramas... Tenho de cuidar melhor da minha alimentação... NÃO VOU DESISTIR!

O meu pequenito, Lucas, faz hoje 6 mesinhos... minha nossa, como o tempo passa tão depressa... O Lucas foi um presente que eu recebi sem pedir. Estava empregada, como coordenadora pedagógica e educadora de infância, numa creche e tinha a Matilde com ano e meio, quando comecei a perceber que alguma coisa se estava a passar... Entretanto, as coisas no trabalho não correram como se estava à espera e eu vim-me embora. Pensei que o meu ciclo estava irregular, devido ao stress relacionado com o trabalho... De qualquer forma fui à farmácia comprar um teste, deu negativo. Esperei mais um tempo e nada, fiz outro teste... negativo. Já pensava que tinha algum problema de saúde... Tinha uma consulta marcada, por causa de uns nódulos da tiróide e falei com a minha médica sobre o que se estava a passar. Ela virou-se para a Matilde e disse: "A tua mãe já a arranjou bonita!". Mas eu muito convicta, disse que não estava grávida porque já tinha feito os testes e tinham dado negativo, lol. Claro que ela sorriu e disse-me: "Vá fazer esta análise ao laboratório e depois venha cá, que a gente conversa." Eu lá fui fazer a análise e quando recebi o resultado, sentei-me dentro do carro e vi : POSITIVO. Não sei dizer quanto tempo é que eu fiquei a olhar para aquelas letras. Não sabia se devia chorar, mas o que me saiu foi um sorriso. Tudo se havia de resolver. Isto aconteceu em Março de 2009 e, em Janeiro eu tinha sonhado que tinha tido um bebé, um menino, lembro-me perfeitamente do sonho. Claro que na altura não dei qualquer importância ao sonho, mas quando vi aquele papel do laboratório, associei tudo. Pois é, passados 8 meses já tinha o meu pequenino nos meus braços. O Lucas nasceu no dia de aniversário do meu pai, que faleceu há 11 anos. É daqueles acontecimentos que nos ultrapassam, tinha mesmo de acontecer...

Sempre desejei ter mais do que um filho, mas a minha situação profissional e financeira não era muito propícia e a Matilde ainda exigia muito de mim, mas a felicidade de ser mãe ultrapassa tudo e a verdade é que tudo se tem arranjado e como eu costumo dizer, eles não andam nus, nem passam fome e, mais importante ainda, quando olho para eles vejo que são felizes e, para mim, é isso que conta. Estou desempregada, com dois filhos, mais dificil se torna arranjar emprego, mas é da maneira que tenho mais disponibilidade para curtir os meus filhotes. Afinal, eles crescem tão depressa. Daqui a nada, já nem querem a companhia da mãe, por isso é melhor aproveitar enquanto eles não se importam que  eu ande grudadinha neles, a encher aquelas bochechinhas de beijos.

Bem, hoje estava com vontade de escrever...

 

 

Desafio Musical

 

 

 

 

Dia 02 - A sua canção menos favorita.

 

Não é menos favorita, eu não suporto Marilyn Manson! Seja que música for...

Nem vou colocar video, que eu não quero aquele desequilibrado no meu blog.

 

publicado por lau às 14:28